“O gesto de abrir e fechar a pinça para coleta de fragmentos para estudo anatomopatológico é um ato mecânico e repetitivo, podendo ser executado por qualquer auxiliar, inclusive técnicos e auxiliares de enfermagem, sob supervisão médica, pois esta atividade não exige expertise específica, assumindo o médico toda a responsabilidade pelo ato praticado”.

Essa é a ementa do parecer nº 30/2017 do Conselho Federal de Medicina. O documento corrobora parecer da SOBED de 30 de abril de 2015, dizendo que profissionais de enfermagem estão aptos a realizar o ato mecânico de fechamento e abertura de pinças durante coleta de material para biópsia endoscópica.

Estes dois pareceres vão contra o do COREN-SP que considerava este ato parte do procedimento médico de biopsiar, portanto sendo responsabilidade do endoscopista.

CONFIRA OS PARECERES

PARECER CFM 30/2017

PARECER SOBED DE ABRIL DE 2015

PARECER COREN-SP 005/2012