fonte: Correio da Paraíba

Membros da CAP (Comissão de Assuntos Políticos CFM/AMB) estiveram em audiência com o deputado, Rodrigo Martins, quando foi entregue a petição pela rejeição do Projeto de Lei 8231/2017, juntamente com o radioterapeuta, Paulo Lazaro.

A petição teve quase vinte mil assinaturas. O PL dispõe sobre o prazo de no mínimo 60 dias para o retorno às consultas médicas, sem nenhuma cobrança. A preocupação das entidades médicas é que as operadoras de saúde poderão postergar ainda mais as autorizações de exames, fazendo com que a demora na realização deles seja
ainda maior.